4 de setembro de 2008

FRAGMENTOS

100 Escovadas Antes de Ir Para a Cama

-:- Melissa Panarello -:-


Adormeço em cima do seu peito, meus longos cabelos cobrem seu rosto,

mas ele gosta e me beija milhões de vezes na testa.


Melissa: - Promete... promete uma coisa: a gente nunca vai se perder, promete - murmuro.


Mais silêncio, ele acaricia minhas costas e sinto arrepios irresistíveis, e ele entra

de novo dentro de mim enquanto eu empurro os quadris me colando nele.


E quando me movimento, ele diz baixinho:


Claudio: - Tem duas condições para você não me perder e eu não perder você. Você não

pode se sentir prisioneira, nem de mim, nem do meu amor, do meu afeto, de nada. Você

é um anjo que precisa voar livre, nunca vai poder permitir que eu seja o único objetivo

da sua vida. Você vai ser uma grande mulher, e já é agora.

Minha voz despedaçada de prazer pergunta qual é a segunda condição.


Claudio: - Nunca trair você mesma, porque se fizer isso vai se machucar, mas vai

machucar a mim também. Eu te amo e vou te amar mesmo quando nossos caminhos se

dividirem.


[ ... ]


Claudio: - Que você possa encontrar na sua vida a mais alta, plena e perfeita felicidade,

maravilhosa criatura. E que eu possa fazer parte disso com você, enquanto você quiser.

Porque... é bom que saiba desde agora: eu sempre vou querer, mesmo quando você não

se virar mais para me olhar.


Nenhum comentário: