14 de março de 2009

Charme Macio diz: Comprei uma camisa de algodão colorido, que é arte local...
Charme Macio diz: Com um poema de Zé da luz
Charme Macio diz: Um poeta de contos de cordel, que gosto muito!
OTñI diz: Sim...

Charme Macio diz: O poema é o seguinte:

"Se um dia nois se gostasse.


Se um dia nois se queresse.

Se nois dois se empareasse.

Se juntim nois dois vivesse.

Se juntim nois dois morasse.

Se juntim nois dois drumisse.

Se juntim nois dois morresse.

Se pro céu nois assubisse.

Mas porém acontecesse de São Pedro não abrisse
a porta do céu e fosse te dizer qualquer tulice.

E se eu me arriminasse.

E tu cum eu insistisse pra que eu me arresolvesse.

E a minha faca puxasse.

E o bucho do céu furasse.

Tarvês que nois dois ficasse.

Tarvês que nois dois caisse.

E o céu furado arriasse e as virgi toda fugisse."


Charme Macio diz:

:: Cordel do fogo encantado

colocou no dvd depois.


Um comentário:

Ni ... disse...

Este texto é realmente lindo...
Declamado da maneira certa, então... rs...

Beijo, moço...