22 de janeiro de 2011

- Acredita, durante todo o meu dia pensei em você.
- Minha tarde foi meio corrida, mas a todo instante eu quis te encontrar, só pude agora!
- Tudo bem...
- Não procurei mais o Sam!
- Porque?
- Não estou com cabeça pra escutar ele, prefiro estar com você.
- Se te faz melhor...
- Veja, começou a chover, está forte, não sei como vamos embora!
- Não vamos! É perigoso, ficaremos aqui até passar.
- Você é um querido!
[ rs... ]
- O que foi?
- Não foi nada!
- Eu gosto do teu jeito!
[ ... ]
- Sabe, estive pensando, vou mudar meus conceitos! Não vou mais me apegar à ninguém!
- Uhum...[ lixa ]
- O que foi? Você ficou estranho, monossilábico...
- Vivemos no mundo real e estamos sujeitos á toda sorte de lei terrena! Isso quer dizer que não temos que viver nos boicotando. Tudo, sem exceção, tem 50% de chance de dar certo! O restante, é feito de capacidade e muito empenho!
Quanto a você dizer que não irá mais se apegar, olha, nessa vida, tudo que você foge ou tem medo, invariavelmente vem até você!
- Tudo bem, vou apenas me preservar mais.
- Faz bem!
- Só não briga comigo, estou triste e quero colo!
- Não estou brigando.
- Ta brigando sim!
[ ... ]
- Oi?
- Eu estou aqui!
- A chuva está passando, acho que vou te ligar e mais tarde saio pra te ver...
- Tudo bem! ...hey!
- Hum...
- Adoro você! Muito de verdade e sabe porque?
- Por que eu mereço?
- Porque com você, sinto uma liberdade enorme pra ser eu mesma, sem medos! ...e porque me faz bem estar com você.
- Então espero que consiga se encontrar!
- Eu tenho medo...
- De...?
- De me aproximar muito, me apegar demais...
Quero que saiba que se em algum momento me sentir afastada, não é porque não lhe quero bem, é por pura insegurança!
Ah esquece, já estou falando bobagens!
Bem, vou sair, já falei demais!
- Não, fique, vamos conversar!
- Outro dia...
- Eu não gosto disso!
- Do quê?
- Conversas mal acabadas. Se você se afastar vou me sentir mal! Não entendo que tipo de incomodo posso te causar.
- Não tem que se sentir assim! Você não me incomoda. Mais estamos ficando próximos, e ontem, a tarde toda, estive meio agitada, com vontade de te ver...
...isso me assusta um pouco!
- Só nos vemos de passagem, o que eu tenho pra você ter que se afastar ainda mais?
- Vamos esquecer isso, ok?!
- Olha, se for pra ficar longe, é melhor que desde já acabemos com tudo isso!
- Não! ...você não entende! ...vou te falar com todas as letras!

Não quero mais passar pelas mesmas coisas...
...sou muito intensa e me apego fácil!

- Entendo que não queira se apaixonar, mas dizer que estando comigo, irá passar pelas mesmas coisas que já viveu, é demais!
- Vamos fazer um trato? Vamos continuar sendo o que somos! Amo estar com você. Estou amando sua companhia e quero você comigo, o resto não importa!
- Ok!
- Desculpe por eu ser essa boba, te afastando de mim assim, dessa forma!
Mas não importa, quero estar sempre com você! Promete que vai ficar e aguentar minhas chatices?
- Não tem o que se desculpar! Só quero entender o que acontece! Não tenho que prometer nada, você é quem que tem que resolver não sair!
E quanto às suas chatices, todos nós temos!
- Te adoro! Gosta mesmo da minha companhia?
[ rs... ]
- Quando nos encontramos, sim!
- Esquece tudo que falei! Já disse que não consigo entender você!
- Hum?
- Vou sair, vai ficar por ai?
- Vou pedir mais um café, depois pego um taxi.
- Tudo bem, então até depois!




"Olha, eu sei que o barco tá furado e sei que você também sabe, mas queria te dizer pra não parar de remar, porque te ver remando me dá vontade de não querer parar também.Tá me entendendo? Eu sei que sim. Eu entro nesse barco, é só me pedir. Nem precisa de jeito certo, só dizer e eu vou. Faz tempo que quero ingressar nessa viagem, mas pra isso preciso saber se você vai também. Porque sozinho, não vou. Não tem como remar sozinho, eu ficaria girando em torno de mim mesmo. Mas olha, eu só entro nesse barco se você prometer remar também! Eu abandono tudo, história, passado, cicatrizes. Mudo o visual, deixo o cabelo crescer, começo a comer direito, vou todo dia pra academia. Mas você tem que prometer que vai remar também, com vontade! Eu começo a ler sobre política, futebol, ficção científica. Aprendo a pescar, se precisar. Mas você tem que remar também. Eu desisto fácil, você sabe. E talvez essa viagem não dure mais do que alguns minutos, mas eu entro nesse barco, é só me pedir. Perco o medo de dirigir só pra atravessar o mundo pra te ver todo dia. Mas você tem que me prometer que vai remar junto comigo. Mesmo se esse barco estiver furado eu vou, basta me pedir. Mas a gente tem que afundar junto e descobrir que é possível nadar junto. Eu te ensino a nadar, juro! Mas você tem que me prometer que vai tentar, que vai se esforçar, que vai remar enquanto for preciso, enquanto tiver forças! Você tem que me prometer que essa viagem não vai ser a toa, que vale a pena. Que por você vale a pena. Que por nós vale a pena.
Remar.
Re-amar.
Amar."

CFA




Nenhum comentário: